PEDREGULHO: ARQUITETURA SOCIAL E INOVAÇÃO

Um marco da arquitetura moderna no Brasil, o Conjunto Residencial Prefeito Mendes de Moraes ganha livro que conta sua história.

Conhecido como Pedregulho, o Conjunto Residencial Prefeito Mendes de Moraes, projetado pelo arquiteto Affonso Eduardo Reidy em 1947, está passando por uma grande reforma e ganhou livro que documenta sua história.

31.jpg
(Cortesia de EAD/PUCV)

O conjunto, construído para abrigar funcionários públicos do então Distrito Federal – na época, localizado no Rio de Janeiro, foi considerado uma experiência arquitetônica inovadora, que trazia em sua proposta uma estética e princípios defendidos por Le Courbosier.
Projetado com a intenção de manter a vista da Baia de Guanabara para todos os apartamentos, Reidy desenvolveu a construção sobre pilares, o que acabou por ser uma ótima solução para o desnivelamento do solo.

41.jpg
(Cortesia de EAD/PUCV)

Além de ser um espaço que dialoga com a vista e com as condições do terreno, o complexo possui uma particularidade interessante, cada obra é definida por uma forma e esta indica sua função, o paralelepípedo destina-se aos prédios residenciais; o prisma trapezoidal aos edifícios públicos; e as abóbadas, às construções desportivas.

Os prédios residenciais têm fachadas que trabalham planos cheios em contraste com superfícies vazadas e tons contrastantes, que remetem aos Edifícios do Parque Guinle, projetados por Lúcio Costa. A escola, com uma forma trapezoide e fachada inclinada – que permite a entrada da luz natural – é integrada ao espaço desportivo, que conta com nada mais nada menos do que um painel de Portinari, que traz consigo o diálogo entre as artes que Reidy queria provocar.

5
(Créditos: Marcel Gautherot / Instituto Moreira Salles)

Considerado um dos grandes símbolos a arquitetura moderna no Brasil, o conjunto, que passa agora por uma reforma, ganhou, na semana passada, um livro que documenta toda sua história.
Escrito pelo arquiteto responsável pela reforma da obra, Alfredo Britto, o livro contém desde imagens da construção até plantas originais de áreas que não chegaram a ser construídas, que foram resgatadas com o intuito de apresentar os criadores do projeto Carmem Portinho e Affonso Eduardo Reidy.

6
(Créditos: Marcel Gautherot / Instituto Moreira Salles)

O livro ‘Pedregulho – O sonho pioneiro da habitação popular no Brasil’, da editora Edições de Janeiro em parceria com a Prefeitura do Rio de Janeiro, foi lançado no último dia 11 na Livraria da Travessa.

 

Publicado em Anual Design

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s